10 Dicas De Como Vencer A Pornografia | Débora Martins

10 dicas de como vencer a pornografia

Saber como vencer a pornografia é um desafio para muitas pessoas, sabia? Mas, superar esse problema não apenas é possível como também depende de algumas dicas importantes.

Esse tipo de vício se refere à necessidade que uma determinada pessoa tem em consumir conteúdos pornográficos. Ou seja, vídeos, fotos e outros tipos de referências que façam parte desse universo.

O fato é que esse tipo de comportamento, embora não pareça, pode afetar muitos aspectos da vida de qualquer pessoa, inclusive em atividades que façam parta da rotina cotidiana, relacionamentos e até mesmo de manter um bom desempenho sexual.

Além disso, esse é um vício ainda mais comum do que muitos possam até mesmo imaginar. Isso tanto é verdade que, nós especialistas, abordamos como um transtorno sexual. Esse tipo de transtorno pode ser associado a muitos comportamentos, como a masturbação excessiva ou até mesmo sentimento de culpa.

Mas, para entender melhor esse tema, é importantes darmos alguns passos atrás – ou seja, entender o que é um vício em si e porque acabamos desenvolvendo esse tipo de hábito.

Vencer a pornografia – entenda o que é um vício

O primeiro passo para entender como vencer a pornografia é entender que isso pode ser associado a um vicio. Mas, o que é um vício, afinal?

O vício consiste em um tipo de comportamento capaz de ativar determinadas partes do nosso cérebro, que em geral, podem ser relacionadas à motivação e também recompensa.

Para ficar mais claro, é algo semelhante a uma pessoa que apresenta dependência a alguma substância, como drogas ou álcool, por exemplo. Nesse caso, a pessoa receberá um intenso fluxo de dopamina, o que permite sensações de recompensa e também prazer.

O que é a pornografia?

Como eu comentei com você no começo desse conteúdo, a pornografia se refere a todo e qualquer material que tenha cenas ou imagens de apelo sexual. Entretanto, quando há uma busca exagerada para esse tipo de consumo, pode-se considerar que exista um vício. E, é justamente aqui que mora o problema!

O grande ponto é que nossa sociedade não entende a dimensão desse problema. Em geral, o vício ou a menção de como vencer a pornografia não é visto como um tipo de transtorno e sim algo absolutamente natural e, por vezes, estimulado.

Vencer a pornografia

Isso é ainda mais perceptível para os homens, que são estimulados desde cedo a consumirem pornografia como algo natural. Ou seja, a linha tênue entre o vicio e um consumo “aceitável” acaba sendo totalmente anulada.

O fato é que a compulsão por esse tipo de material pode acarretar uma série de prejuízos psicológicos e até mesmo físicos.

E, como se livrar desse vício?

Algumas dicas podem ajudar a vencer a pornografia e ter uma relação com o sexo muito mais saudável. E, todas elas podem ser pautadas pela terapia para potencializar o processo de cura.  Conheça agora 10 dicas!

1. Reconhecer o problema

Quem quer realmente vencer a pornografia precisa, antes de qualquer coisa, reconhecer que existe um problema. A negação de que existe um vício acaba esgotando qualquer chance de cura – o ponto é que ocorre uma resistência em aceitar os tratamentos oferecidos.

Guia do Pompoarismo Masculino

2. Buscar ajuda profissional

Logo que se reconhece o problema, fica evidente a necessidade em buscar ajuda profissional. Nesse caso, recorrer a terapia pode contribuir para a origem do vício, eventuais gatilhos e até mesmo entender quais os melhores caminhos a serem adotados.

3. Evite materiais pornográficos

Aqui vale tudo! Ou seja, conteúdo eletrônico, impresso e qualquer outro tipo de recurso que lhe coloque em contato com a pornografia. Se for o caso, peça ajuda de alguém de confiança para excluir todos esses materiais do seu alcance.

4. Exclua aplicativos e softwares que favoreçam contato com materiais pornográficos.

Se você tiver esse tipo de software ou aplicativo instalados em seus dispositivos, considere pedir ajuda de alguém e confiança para desinstala-los. Se for possível usar uma senha de segurança, peça para que essa pessoa use sem dizer qual é.

Leia mais sobre Sexo na terceira idade

5. Não se permita a solidão

Nesse caso, a terapia novamente faz todo sentido, porque ela abrirá uma janela para que você consiga compartilhar seus sentimentos e dialogar sobre suas maiores angústias, tensões e demais pontos que poderão surgir durante o tratamento. A abstinência é algo muito comum nesse processo, e manter amizades próximas também é de grande importância.

6. Meditar

A meditação também pode ser uma grande aliada nesse processo de cura. Meditar contribui para aumentar os níveis de dopamina e ainda ajuda a manter a nossa mente no agora, estabelecer maior consciência dos pensamentos e sentimentos, e aceitação de tudo que se sente. E, nem é preciso muito: 15 minutos diariamente já pode surtir um ótimo efeito.

7. Esqueça a perfeição

Saber como vencer a pornografia é algo progressivo. Ou seja, não será uma superação que ocorrerá do dia para a noite. Encare isso como uma jornada e se permita seguir o tratamento, aumentar sua autoconfiança e preservar tudo que lhe é importante!

Terapia Sexual para Homens

8. Senso de responsabilidade

Você é e sempre será responsável por suas escolhas. Superar um vício como a pornografia ou qualquer outro é algo que depende, exclusivamente, do seu desejo de mudança e aceitação de que, mesmo sendo um desafio, não é impossível. Esse senso de responsabilidade não precisa ser também algo solitário! Cada pessoa sabe o peso que carrega e que pode suportar, então, não há problema em dividir isso com alguém que você confie – principalmente durante a terapia.

9. Se apegue a outros hábitos

Substituir um vício por um hábito positivo também é sempre um bom caminho! Isso pode ser relacionado a leitura de outros temas, atividades físicas, colocar em prática um hobby (como pintar, fotografar e outros) ou aprender algo novo que você sempre quis saber e nunca se permitiu. Use o tempo ocioso ao seu favor ou até mesmo programe sua rotina de uma maneira que lhe desperte mais paixão e autoestima

10. Um dia de cada vez

Nem sempre será confortável expor seu comportamento e até mesmo pensamentos durante o tratamento, mas é importante encarar essa realidade para conseguir vencer a pornografia. É algo que acontecerá gradativamente e, cada pessoa, pode precisar de um tempo para superar o problema.

Veja também:

4 respostas

  1. Boa noite doutora Débora Martins, me chamo Ednaldo Júnior tenho 49 anos e sofro de ejaculação precose desde o início da minha vida sexual, por consequência disso já estou no meu terceiro casamento, e confesso estar precisando muito de socorro, pois não quero mais continuar infeliz em meus relacionamentos. Por favor preciso muita da sua ajuda, tenho acompanhado seus vídeos, e me indentifiquei muito com suas abordagens profissionais neste assunto.
    Desde já ficarei muito grato se puder me ajudar, muito obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir
precisa de ajuda?