fbpx

Sexo na terceira idade: Saiba a importância e benefícios

Quebrar o tabu acerca do sexo na terceira idade é algo que ainda se faz fundamental nos dias atuais. A prática da vida sexual durante essa fase da vida deve e precisa ser encarada de maneira absolutamente natural. Afinal, o sexo consiste em uma importante fonte de saúde vital e que também é muito necessária – e, isso não é algo que tende a mudar com o tempo, acredite!

Por isso, é sempre bom reforçar que o sexo tende a se adequar ao ritmo, idade e estilo de vida de cada pessoa – e, nunca o contrário. Muitas pessoas acabam acreditando que envelhecer é sinônimo de não ter uma vida sexual ativa. Mas, é importante mudar totalmente essa percepção.

O fato é que ter uma vida sexual ativa é algo fundamental, prazeroso e necessário para todas as faixas etárias. Isso tanto é verdade, que pesquisas e estudos realizados em todo o mundo já provaram que pessoas na terceira idade quando vivenciam uma vida sexual ativa possuem uma saúde muito melhor em todos os sentidos.

E, pensar nisso é realmente relevante! Ainda mais se pararmos para pensar que o nosso país terá uma população mais envelhecida a cada ano. Segundo o Ministério Saúde, até o ano de 2030, a população brasileira terá mais idosos do que crianças entre 0 e 14 anos. Por isso, é indispensável falarmos sobre esse assunto – e, o quanto antes.

Os benefícios do sexo na terceira idade

Para começar, a terceira idade não precisa e nem deve ser sinônimo de impedimentos! E, no que se refere à vida sexual, isso também é muito válido, sabia? Até mesmo porque não existe nenhuma diferença do sexo realizado na juventude ou na terceira idade! Simples assim.

Aliás, com a idade somos beneficiados pela experiência, capacidade de entender o outro e desfrutar da vida de uma maneira mais prazerosa. Por outro lado, o sexo na terceira idade ainda é, infelizmente um tabu em nossa sociedade.

Curso de Ginástica Íntima

E, isso ocorre mesmo quando a nossa expectativa de vida vem se tornando cada vez mais alta. Ou seja, o avanço tecnológico contribuiu para a nossa saúde e, por isso, negar que o sexo seja algo recorrente para pessoas idosas não faz qualquer sentido.

Lembre-se: o sexo  não tem idade!

Não existe e nem nunca existirá um prazo de validade para a vida sexual. Como resultado, as relações sexuais podem ser mantidas até quando sentirmos desejo e, claro, conseguirmos. E, compete a cada pessoa lidar com essa questão de maneira particular – jamais se deve permitir que outras pessoas determinem sobre a nossa vida sexual.

Leia mais sobre sexo oral

Além disso, é importante lembrar que a sexualidade é um comportamento capaz de permanecer durante toda a vida. Por isso, essa noção que ela esgota a partir do momento que atingimos uma determinada idade não faz nenhum sentido.

Eu sempre recebo no consultório homens e mulheres que estão na terceira idade e se sentem até desconfortáveis em falar que tem uma vida sexual ativa, sendo que a sociedade pensa diferente.

O fato é que eu posso presenciar muitos casais felizes e buscando melhorar ainda mais a qualidade de vida sexual, o que é maravilhoso, não!

A abstinência sexual pode ser prejudicial para a saúde

Muitas pessoas não sabem, mas a abstinência sexual pode acarretar prejuízos para a saúde. Ela pode, inclusive, afetar a tonicidade, elasticidade e lubrificação vaginal – e, pode até mesmo resultar em uma atrofia vaginal em alguns casos.

Mas, se há problemas nesse caso, por outro lado os benefícios associados ao sexo na terceira idade são inúmeros!

Os benefícios de uma vida sexualmente ativa na terceira idade

Como já mencionado, os benefícios associados ao sexo na terceira idade são diversos. Confira abaixo alguns deles:

  • Ela aumenta autoestima;
  • Ajuda a melhor a qualidade de vida;
  • Beneficia o humor;
  • Promove mais intensidade para as relações;
  • Trata depressão e ansiedade;
  • Entre outros.

E a libido? Ela acaba com a idade?

É importante destacar que a libido não acaba com o envelhecimento. Nesse caso, o que ocorre são evidentes alterações hormonais, que são muito comuns com a chegada da terceira idade. Para as mulheres há, inclusive, uma alteração da testosterona.

Terapia Sexual para Mulheres

Já no caso dos homens, ocorre a andropausa, que é um tipo de distúrbio antropogênico associado ao envelhecimento. Consiste em uma alteração hormonal que, geralmente, acaba afetando a libido.

Por outro lado, quando essas alterações não ocorrem no hormônio responsável por manter o desejo sexual, a vontade permanece exatamente igual ao que se tinha anteriormente.

E a lubrificação? O que muda na terceira idade

Um dos pontos que mais gera dúvidas em relação ao sexo na terceira idade é sobre a lubrificação. Naturalmente, ela tende sim a diminuir depois que a mulher passa pela menopausa.

Algumas mulheres podem manifestar uma menor diminuição da lubrificação, enquanto para outras, ela pode desaparecer completamente. Mas, isso não quer dizer que é o fim da vida sexual. Existem muitos recursos que podem ajudar nesse sentido.

Sexo na terceira idade

Apostar, por exemplo, em géis (principalmente à base de água) pode ser uma excelente alternativa. Além disso, é também possível usar o lubrificante por cima do preservativo para facilitar a penetração.

Leia mais sobre Desempenho sexual

Já os géis com hormônios, somente devem ser usado sob recomendação médica. Mas, independente do caminho escolhido, o prazer permanece praticamente o mesmo – ate mesmo porque o orgasmo é uma sensação que acontece em nosso cérebro por meio dos estímulos no clitóris e no pênis.

Interferências familiares

Em muitos casos, a família pode acabar influenciando, de certa maneira, a vida sexual. Muitos netos, sobrinhos e filhos, por exemplo, podem não lidar de maneira ideal ao saber que seus avós, pais ou tios mantém uma vida sexual ativa.

Para muitos, o sexo na terceira idade é algo incompatível, como se pessoas nessa faixa de idade não tivessem direito de pensar sobre o assunto. É muitos comum que pessoas mais jovens acabam recriminando manifestações de carinho entre casais idosos, como beijos, abraços ou até mesmo um namoro jovial e cheio de paixão.

E, sim: isso é muito injusto! É por isso que quanto mais falarmos sobre o assunto de forma honesta e sem rodeios, mais poderemos preparar as próximas gerações a não dimensionarem esses tabus.

Saiba mais sobre a Sexóloga Débora Martins

O sexo na terceira idade exemplifica, da melhor maneira, a felicidade, o amor próprio e, principalmente a vida e toda a sua essência, complexidade e beleza. Envelhecer, não é sinônimo de parar de pensar em sexo – na verdade, é o melhor momento!

Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir
precisa de ajuda?