RelacionamentosPor que os casais se separam? - Débora Martins | Sexóloga

10 de junho de 2020by Débora Martins0

Já parou para pensar sobre por que os casais se separam? Certamente, há muitos motivos que podem resultar no rompimento de uma relação a dois, não é mesmo?

Mas, será que estamos atentos a esses motivos e até mesmo entender que determinadas falhas podem ser corrigidas antes que isso aconteça? Analisar isso é algo que deveria ser comum, porém, não é o que de fato acontece.

Porém, já pensou que identificar esses motivos poderia até mesmo ajudar a evitar uma eventual separação? Acredite: poucas pessoas  param para pensar sobre isso de maneira consciente.

Aliás, não há como voltar no tempo e evitar determinados erros! Isso  é um fato inegável e que não pode ser ignorado de nenhuma maneira. Muitas  pessoas dariam o braço  para evitar de terem dito algo ou magoar a outra pessoa.

Ou até mesmo ter a oportunidade de evidenciar seus sentimentos antes que algo mais grave viesse a acontecer. Mas, realmente voltar no tempo não é e nem nunca será uma possibilidade.

Entretanto, pensar acerca de algumas experiências comuns e até mesmo aprender com os erros poderia ajudar a entender essa inevitável pergunta: por que os casais se separam?

Esse conteúdo terá justamente esse objetivo! Ou seja, abordar determinadas situações ou pontos que poderiam resultar no rompimento de uma relação. Confira!

Por que os casais se separam? – o desgaste da vida a dois

Uma enorme parcela das pessoas que tiveram que lidar com o momento da separação afirma um aspecto e comum! E, ele diz respeito justamente ao desgaste provocado pela convivência.

São muitos indícios que podem ser apontados nesse caso,  indo desde o tédio que uma das partes sente em função de anos e mais anos de  um relacionamento que caiu na rotina.

Há sim quem defenda a importância de uma rotina, uma vez que isso agrega mais estabilidade e controle da vida a dois! Mas, isso não pode ser uma  única  linha dentro da relação.

Casamentos que são embalados pela mesmice em sua rotina, podem ajudar a entender a pergunta: por que os casais se separam? Afinal, a mesmice que poderia parecer um sentimento de segurança pode se transformar em um marasmo para uma das partes.

Adquira aqui o atendimento para a Terapia de Casal

Terapia de Casal

Ou seja, a relação não planta mais novas sementes, nem mesmo às rega ou atribui cuidados constantes. Em outras palavras, não há a construção de novos rumos e sonhos e isso pode resultar em desanimo.

Essa rotina pode até mesmo comprometer principalmente a relação sexual do casal – e, como já é de conhecimento geral, o sexo é uma parte fundamental dentro de uma relação.

A traição é outro motivo que pode acarretar a separação!

Mas, por que os casais se separam? – muitos podem logo pensar que isso é reflexo de um caso de traição! E, de fato não há um erro  nessa percepção.

A traição pode ser o combustível mais perigoso para o rompimento de um casal, afinal, acontece a quebra de confiança e de respeito pelo outro.

Aliás, a traição pode acontecer por conta de um simples olhar, um pensamento ou até mesmo uma conversa considerada despretensiosa – e, no final das contas, o fim de um elo!

Aqui é importante que se tenha muito claro em nossa cabeça que a traição não é capaz de resolver eventuais conflitos dentro do casamento.  Aliás, é totalmente o oposto.

Trata-se de um comportamento que foge  ao respeito e que poderá afastar de uma vez por todas o casal. Muitas pessoas justificam que uma possível traição é fomentada pelo descontentamento dentro  do casamento.

Mas, não seria mais oportuno resolver esse conflito do que simplesmente criar um ainda mais difícil de ser resolvido? Quando um casal se encontra com problemas sexuais no relacionamento, certamente o melhor caminho não seria “pular a cerca”, mas, talvez buscar uma terapia de casal.

Por que os casais se separam – o dinheiro também pode ser o fomento  para que isso aconteça!

Por que os casais se separam? Tudo isso tem relação, portanto com rotina ou traição? – a resposta é não! Não se limita somente a isso.

Na verdade, seria muito injusto achar que as relações sejam afetadas negativamente por esses dois aspectos. É sempre importante lembrar que relacionamentos são construídos por pessoas – e pessoas são amplamente complexas.

Somos formados por uma série de sentimentos divergentes, angústias, expectativas, defeitos e qualidades. Ou seja, cada relacionamento é único tanto na construção da felicidade como também de sua infelicidade. Aliás, tudo isso também impacta na vida sexual e no convívio diário.

E, uma das vertentes que pode afetar drasticamente um casamento é o dinheiro! O dinheiro é um elemento sempre muito bem-vindo, mas, quando acontece o contrário ele pode ser o responsável por muitos conflitos.

Não podemos esquecer que todos nós vivemos em uma era de elevado consumismo. Ou seja, a administração das finanças dentro do ambiente familiar precisa levar em conta uma grande responsabilidade.

Do contrário, as perdas e gastos excessivos podem acarretar discórdia, descontentamento, frustração e muitos desentendimentos. O ideal, portanto, é que ocorra um equilíbrio.

Até porque, para uma vida mais feliz o casal precisa também investir em entretenimento, como viajar, sair para ir ao cinema, jantar – até mesmo curtir uma aventura de vez em quanto pode ser saudável!

A falta de comunicação afeta muito o relacionamento

Quando pensamos sobre a questão de “por que os casais se separam?” um dos fatores que chamam muito atenção é a ausência de comunicação.

A falta de conversa sobre algo que uma das partes gosta, ou que os dois gostam, ou, que simplesmente não gostam pode também gerar um enorme desgaste na relação.

A omissão de sentimentos é algo que afeta drasticamente as chances de se manter um relacionamento saudável – e isso é sempre negativo para a vida a dois.

A vida sexual

Esse é um ponto de enorme atenção dentro de uma relação. Afinal, ter um relacionamento longo não tem nenhuma relação com estabilidade, sabia?

A maneira mais eficiente de manter àquela “chama da paixão” sempre acesa é zelar pela vida sexual. E, tudo isso está diretamente ligado a autoestima e até mesmo conhecimento sobre o que o prazer significa para si mesmo e para a outra pessoa.

Buscar ajuda diante de problemas que estejam afetando diretamente a vida sexual é uma das medidas que poucos casais cogitam. Ou seja, evitar o rompimento da relação poderia ser algo possível ao se encarar esse ponto, concorda?

Por isso, buscar ajuda profissional, não somente nesse caso em específico, como também nos outros aqui citados é fundamental. Uma terapia de casal ou até mesmo terapia sexual podem ajudar a responder à pergunta “por que os casais se separam?”.

Adquira aqui atendimento para a Terapia de Casal!

Terapia de Casal

Avatar

by Débora Martins

Sou Débora Martins - Terapeuta Sexual com Formação em Sexologia Clínica e Practitioner em PNL., meu trabalho é desenvolvido com foco em tratamentos breves que visam transformação de relacionamentos assim como tratamentos de disfunções sexuais, usando diversas técnicas para melhorar a qualidade de vida sexual de homens e mulheres.

Deixei seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Débora Martins

Débora Martins atua como Terapeuta Sexual no tratamento das disfunções sexuais masculinas e femininas. Profissional com formação em Sexologia Clínica, Psicanálise, Master Hipnose Clínica, PNL (Programação Neuro Linguística). Tem à disposição dos pacientes atendimentos online e/ou presencial*.

Cadastre-se!

Contatos
+55 18 98818-0025
+55 43 99181-3711
Endereços
Av. W. Luiz, 1800. Jd. Paulista. P. Prudente - SP
Debora Martins

Débora Martins atua como Terapeuta Sexual no tratamento das disfunções sexuais masculinas e femininas. Profissional com formação em Sexologia Clínica, Psicanálise, Master Hipnose Clínica, PNL (Programação Neuro Linguística). Tem à disposição dos pacientes atendimentos online e/ou presencial*.

Cadastre-se!

Redes Sociais

Siga-me nas redes sociais e fique por dentro da agenda de cursos e palestras, assim como conteúdos exclusivos para a sua vida sexual.

Todos os direitos reservados a  Debora Martins.

Todos os direitos reservados a Debora Martins.