fbpx

Por que a paixão acaba?

Já se fez a seguinte pergunta: Por que a paixão acaba? Se você afirmou que sim, saiba que não é a única pessoa a fazer tal questionamento.

Mas, a questão vai muito além do que entendemos sobre o final das relações. E, não se trata somente do amor em si, bem como de ligações de caráter mais romântico.

Pensar sobre o motivo que pode resultar no final da paixão diz respeito também à euforia que comumente sentimos pelo outros ainda nos primeiros meses.

Em outras palavras, nesse comecinho temos uma ativação de cunho fisiológico e até mesmo uma série de alterações hormonais. Tudo isso nos leva a um só caminho – pensar praticamente o tempo todo naquela pessoa.

Mas, e depois? Será que definitivamente a paixão acaba? Será que existe um prazo de validade para que isso realmente aconteça? Ou é possível manter a chama da paixão acesa por toda a vida?

Realmente são muitas perguntas e poucas respostas, não é mesmo? Por que a paixão acaba, afinal? Confira mais informações e entenda mais sobre esse assunto no decorrer desse conteúdo.

Por que a paixão acaba? – será que esse é o único caminho?

Para começar, é importante entender o que de fato é a paixão. De maneira geral, podemos definir esse sentimento um estado emocional.

E, na realidade, a paixão pode acabar sim! Em geral, a paixão pode durar entre um e dois anos. Sua principal característica é um eminente estado de euforia, bem como níveis elevados de motivação além do comum.

Isso tudo sem contar uma vontade quase que incontrolável de estar ao lado da pessoa.

Casal Apaixonado

O fato de estarmos apaixonados nos permite lidar com uma enorme quantidade de alterações cerebrais. Uma das mais evidentes é o fato de pensarmos quase que integralmente na pessoa que gostamos.

E, é justamente todo esse pacote que permite que o início de um relacionamento permita que tudo seja mais fácil. Afinal, são necessários pequenos esforços para agradarmos a outra pessoa e nos sentirmos felizes.

Sacrifícios? Eles praticamente não são necessários antes mesmo de fazermos a tal pergunta: Por que a paixão acaba? – e o motivo está diretamente ligado ao nosso estado emocional e a incontrolável vontade de estar com a outra pessoa.

Mas, é totalmente ruim pensar que a paixão pode acabar?

Bom, para começar, é importante entender sobre o “por que a paixão acaba?”. E, na realidade a resposta é bastante simples!

Afinal, manter um estado de euforia tão intenso e constante é algo impraticável em um relacionamento. Para entender isso, basta pensar que somos seres humanos, repletos de defeitos, insatisfações, conflitos internos, dúvidas e outros.

Por isso, à medida que o tempo passa, é natural que a paixão diminua. Mas, calma, isso não quer dizer que você terá que lidar com um vazio. O que acontece é que começa a surgir uma outra ligação emocional – e ela é cada vez maior e mais sólida.

Curso de Ginástica Íntima

Como resultado, podemos nos pautar pela ciência e pelo conhecimento de muitos especialistas que estudam o assunto!

Isso porque a ciência tem conseguido cada vez mais demonstrar que as pessoas são capazes de construir laços românticos e mantém um casamento feliz e duradouro mesmo quando a paixão acaba.

Inclusive, há casais que podem ser até mesmo mais felizes do que pessoas que estejam solteiras e apaixonadas. Não que isso queira dizer que todas as pessoas devem e precisam casar! Não se trata disso.

Mas, dica evidente que a consistência de um relacionamento está diretamente ligado à mutação do sentimento da paixão em confiança, calma, diversão, companheirismo e outros pontos.

Mas, por que a paixão acaba? Por que é tão difícil manter um casamento duradouro nos dias atuais?

Pode parecer estranho, mas a resposta tende a ser mais fácil e mais direta do que muitos possam imaginar! E, a palavra-chave é esforço!

Sim, de fato é mais difícil dedicar esforços para manter um casamento duradouro do que compreender por que a paixão acaba!

A rotina é um dos maiores embates dentro de um casamento. Estamos sempre lidando com rotinas corridas, cansativas e estressantes. Somos constantemente acometidos por preocupações e dificuldades.

Ou seja, ser capaz de canalizar toda essa sobrecarga emocional e física impacta diretamente na nossa capacidade de focar no que nos permite um prazer imediato.

Leia também: Por que os casais se separam?

Como resultado, alimentar a nossa relação contínua com o outro é algo que, definitivamente depende de um maior esforço.

Pompoarismo Masculino

Mas, por outro lado, quando conseguimos conciliar todos esses aspectos da vida, as relações são sustentadas  por uma base extremamente fortalecida – e, com isso, torna-se impraticável imaginar a vida sem o outro.

Quando mais forte é a base do amor e do respeito, maior é a sensação de que temos uma vida mais feliz. É possível até mesmo viver com um sentimento de gratidão muito mais latente.

Porém, do contrário, sem a euforia da paixão, manter um relacionamento duradouro torna-se insustentável. Ou seja, relações são construções diárias de paciência, aprendizado, respeito e muito (muito mesmo) esforço.

A paixão acaba quando a relação sexual não vai vem

Não é incomum ouvir de casais a reclamação quanto ao sexo insatisfatório. Aliás, isso não é nada bom. Por isso é muito importante que  você consiga perceber se a relação sexual vai mal.

Uma dica que sempre dou para os pacientes é a de que de repente pode ter chegado a hora de apimentar o relacionamento, por exemplo, por uso de brinquedos eróticos, lugares diferentes, posições sexuais novas.

E, o que já faz parte da relação sexual de vocês, deixar ainda melhor, como por exemplo o sexo oral, a exploração do Ponto G, lingeries….e aí as ideias são várias.

É possível virar o jogo?

Entender sobre a pergunta do “por que a paixão acaba” é mais fácil do que conviver com essa realidade.

Os desgastes dentro de um relacionamento não são situações raras. Geralmente, muitas pessoas tem a sensação equivocada que outros casais podem ser mais felizes, ou que se divertem mais ou que são perfeitos.

Terapia de Casal

E, acredite: nada é bem assim! Porém, se há sentimentos das duas partes e a vontade de tentar virar o jogo e recuperar os bons momentos, há caminhos que podem ajudar!

Um bom começo é recorrer ao diálogo! Aliás, esse também é um trunfo que se torna mais maduro e consistente depois que a paixão acaba, sabia? Porque é aqui que a relação passa a tomar um rumo real e verdadeiro (sem a tal euforia que faz com que tudo pareça perfeito e intenso demais).

Além disso, buscar ajuda em uma terapia de casal pode ser um passo importante. Nesse tipo de consulta o casal tem a oportunidade de receber um olhar mais técnico e até mesmo externo sobre sua realidade, anseios, expectativas e afins.

A terapia de casal é uma grande aliada para a restauração dos relacionamentos. As clínicas que disponibilizam esse atendimento tem conquistado bons resultados com abordagens diretas.

Sem contar que, com ajuda profissional, será possível aprender na prática por que a paixão e lidar com possíveis frustrações!

Saiba mais sobre a Débora Martins e as opções em Terapia Sexual e Terapia de Casal.

Veja também:

2 respostas

  1. Eu queria saber como e aonde eu posso realizar o pompoarismo masculino,
    Eu estou em casa com duas crianças de menos durante o dia,. Quanto tempo se tem que fazer pra fazer efeito,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *