fbpx

O que causa a falta de lubrificação feminina?

A falta de lubrificação feminina acomete muitas mulheres, e é notado, principalmente na qualidade de vida sexual, pois a ausência de lubrificação faz com que a relação sexual seja desconfortável.

As mulheres passam por várias mudanças durante toda a sua vida, e, em cada mudanças alguns desafios e, uma dessas mudanças que mais tem me desafiado é a lubrificação feminina. Afinal, como sabemos, com o avançar dos anos o corpo muda, e isso influencia também a vida sexual.

falta de lubrificação feminina

Quando a lubrificação feminina diminui, o incômodo vem de tabela, deixando tudo ainda mais difícil. Por isso, me debrucei para entender quais as causas da falta de lubrificação feminina e como tratar de maneira mais eficaz as minhas pacientes.

Assim posso colocar outras mulheres como em um caminho diferente, um caminho de vida sexual saudável.

O que pode causar a falta de lubrificação feminina?

Para entender como lidar com a falta de lubrificação feminina é preciso, inicialmente, entender o que pode causar o problema. Existem várias razões que passam despercebidas em nosso dia a dia. Veja as principais causas que separei, abaixo.

Alterações hormonais

Sabia que as variações hormonais estão entre as principais causas da falta de lubrificação feminina? E que, quando a quantidade de estrogênio que nosso corpo libera a secura fica ainda pior?

Isso acontece porque é justamente o estrogênio quem ajuda a manter uma fina camada de lubrificante na vagina, impedindo aquela sensação de ressecamento.

É importante também dizer que alguns eventos bastante comuns na vida, provocam esse desequilíbrio hormonal. Um dos mais comuns é a menopausa, quando o corpo passa por uma enorme mudança (como esquecer dos calorões tão típicos desse período, não é mesmo?).

O parto e a amamentação também são momentos em que a lubrificação feminina fica comprometida, mas isso não só é comum como também é explicado pelo momento em que a mulher passa.

curso mulheres confiantes

Após o nascimento do bebê, o corpo feminino produz quantidades maiores da prolactina, direcionando os líquidos para a produção do leite. Isso inclui aqueles que lubrificariam a vagina. E tudo tem uma razão biológica.

Na verdade, o corpo está dando um sinal, dizendo que é o momento de nos aquietarmos e dedicarmos todas as nossas energias em cuidar do bebê, deixando as relações sexuais para um segundo momento.

Leia mais sobre as Posições sexuais para pênis grande

Outro momento muito comum em que a falta de lubrificação feminina pode dar as caras é justamente durante o período menstrual. Você já tinha percebido isso?

Isso acontece porque os níveis do estrogênio variam durante o ciclo menstrual. Por exemplo, quando a menstruação acaba e um novo ciclo começa, os níveis do hormônio estão bem baixos, trazendo a secura de volta

Remédios

Os remédios que tomamos podem afetar a lubrificação feminina. E aqui não estamos falando apenas dos medicamentos usados para o tratamento de doenças como a endometriose, mais relacionadas ao nosso aparelho reprodutor ou, ainda, os anticoncepcionais, que também podem ajudar a aumentar o ressecamento.

Leia mais sobre as Fantasias sexuais femininas mais comuns

Algumas vezes medicamentos que consideramos “inocentes” podem influenciar a lubrificação. Esses medicamentos podem atrapalhar a lubrificação feminina, como os remédios para alergias ou para o tratamento da asma e que contenham anti-histamínicos. Isso acontece porque essas substâncias ressecam as mucosas de todo o corpo, incluindo a vaginal.

Então se você está usando remédios que causam a falta de lubrificação feminina, uma forma de solucionar o problema é pedir a substituição do medicamento por outros que não causem esse efeito colateral.

Alergias

Alguns produtos utilizados na hora do banho, como shampoos ou sabonetes íntimos contém substâncias que podem provocar alergias, mesmo que o produto seja vendido como antialérgico.

Sabe o que também costuma causar alergias que ressecam a região íntima? Calcinhas feitas em tecidos diferentes do algodão.

Se você está passando por esse problema de falta de lubrificação feminina por estas razões, contornar a questão é muito simples. As alergias provocadas por shampoos ou sabonetes podem ser resolvidas apenas com a suspensão do uso do produto.

Já os casos provocados pelo uso de calcinhas com outros tecidos bastam voltar a usar aquelas de algodão. Além de confortáveis, elas permitem que sua pele respire, pondo um fim naquela secura toda.

Ansiedade

Já aconteceu de você sentir tanta ansiedade que seu corpo simplesmente não funciona direito? Sentir ansiedade é uma coisa absolutamente normal. Todas nós ficamos ansiosas por algo em algum momento da vida. Agora, quando a ansiedade atinge níveis perigosamente altos, ela muda o funcionamento de nosso corpo.

Quando está em níveis muito elevados, esse sentimento acaba diminuindo a libido e o desejo sexual afetando, por consequência, a lubrificação feminina, provocando o ressecamento.

Você sabe como identificar se está vivendo uma dependência emocional?

Então, se você estiver se sentindo ansiosa demais, é importante buscar ajuda especializada para que possa lidar com essas emoções e evitar que seu excesso acabe prejudicando diferentes aspectos de sua vida.

Lembre-se: ficar ansioso é normal e até saudável. Mas essa ansiedade não pode paralisar sua vida.

Falta de estimulação

Outra razão muito comum e não menos importante, aliás é o que eu mais abordo aqui no consultório, que pode causar a falta de lubrificação feminina é, justamente, a pressa na hora do ato sexual. O que quis dizer com isso? Simples: a falta de estimulação prejudica a lubrificação.

falta de desejo sexual debora martins

Por isso, para evitar que esse problema aconteça, basta que o casal capriche nas preliminares, garantindo uma boa lubrificação e evitando a dor na hora do ato.

Sempre que atendo uma mulher com queixa de lubrificação, sempre peço para fazer exames para investigar causa hormonal ou fisiológicas, quando o resultado dá como negativo, começo investigar as causas emocionais, psicológicas e isso inclui sexo e vida do casal.

A terapia de casal é extremamente importante nesse processo quando a falta de lubrificação é por falta de estímulo, pois há sinais de que o casal está com um baixo repertório sexual.

Veja também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *