Criatividade No Sexo: 10 Dicas Para Sair Do Feijão Com Arroz | Débora Martins

Criatividade no sexo: 10 dicas para sair do feijão com arroz

Um pouco de criatividade no sexo nunca é demais? Se você anda querendo fugir do bom e velho “feijão com arroz”, eu tenho algo para lhe contar: isso é mais fácil e simples do que preparar o prato predileto de grande parte dos brasileiros.

Tá certo que o feijão com arroz não precisa ser visto como totalmente ruim! É bom e todo mundo tende a manter essa “dieta” na sua rotina. Mas, quando estamos diante do mesmo cardápio sempre, chega uma hora que temos vontade de mudar, não é mesmo?

Além disso, isso nos leva a outro ponto: perda do tesão! A falta de novas ideias e uma apimentada na relação acaba diminuindo o desejo sexual. Mas, para que você entenda isso, é preciso desmistificar o que é esse tal de desejo.

Aliás, você sabe o que é realmente o desejo? E, eu não estou me referindo a uma aspiração ou até mesmo uma forte vontade de ter algo, mas sim do desejo na sua sexualidade.

Criatividade no sexo

Bom, para resumir, o desejo é simplesmente a primeira fase do ciclo da nossa resposta sexual. Ele também é associado a um estado psicológico que envolve uma série de coisas: isso inclui nossas fantasias.

Portanto, o desejo é simplesmente o que nos motiva a seguir adiante para o ato final, ou melhor, o ato sexual – penetração. Ele pode ser provado de muitas formas como, por exemplo, os estímulos sensoriais (olfato, toque, visual e até mesmo uma boa dose de imaginação).

E, claro, nada melhor para o sexo do que a imaginação e a criatividade, sabia? Para entender melhor isso, continue lendo esse conteúdo agora mesmo!

Uma dose de criatividade no sexo nunca é demais!

Antes de começar a falar das dicas, eu acho importante deixar claro que a criatividade é resultado de uma soma de outras coisas na hora do sexo. O que eu quero dizer é que você precisa querer estar leve e livre!

A mente precisa estar tranquila e é necessário ter disposição e também trabalhar sua autoestima. Outra dica que eu acho importante é que você se permita pesquisar e falar do assunto sem tabus!

Leia mais sobre Sexo na gravidez

Aliás, o Google é uma ótima fonte para estimular ainda mais suas ideias, acredite! Você pode começar pesquisando as novidades desse universo cheio de possibilidades e, isso vai ajudar a desenvolver até mesmo sua área sensorial.

1. Sinta-se sexy!

Nada de achar que o fato de estar em um relacionamento de bastante tempo quer dizer que já não precisa mais se cuidar! Sabe o comecinho do namoro, quando você jamais deixava de lado aquela lingerie sensual e que desperta o poder dentro de você? É sobre isso! Sentir-se sexy e confiante é a melhor forma de esquentar a relação e experimentar a criatividade no sexo.

2. Pelo menos um dia para o amor

Já anote na agenda: um dia do mês, pelo menos, para focar suas energias no relacionamento. Se tiver filhos, uma boa sugestão é pedir para sua mãe, sogra ou outra pessoa de confiança ficar com as crianças e simplesmente sair para se divertir. Procure relembrar os tempos de namoro e faça a data ser realmente especial.

Sexo na menopausa é um artigo muito visitado aqui no blog, vai lá ver!

3. Invista nos brinquedinhos

Nem todo mundo tem facilidade de experimentar algo novo e extremamente diferente. Por isso (ainda bem) temos as coisas simples da vida! E, acredite: o mercado erótico tem uma enorme lista de possibilidades que vão apimentar e favorecer a criatividade no sexo. Tem gel que esfria e esquenta, calcinha comestível, e mais uma série de acessórios que podem ajudar bastante.

4. Nada de programar o sexo

Casais que estão junto à bastante tempo tem o péssimo hábito de programar o sexo. Se, esse é o caso de vocês, uma boa dica é deixar isso de lado. Se houver vontade e desejo (e, disponibilidade) então nada de recusar o sexo inesperado. Ele não é apenas realmente prazeroso como também faz muito bem para o relacionamento.

Aqui no atendimento com os casais eu sempre oriento que o sexo seja inesperado, ele pode durar 10, 30 minutos, 1 hora ou até uma semana, ou seja, o sexo não começa na cama, mas sim fora dela. A Terapia Sexual para casais é exatamente para apresentar essa dinâmica nova na rotina.

terapia sexual debora martins

5. Beije bastante

Um dos primeiros sintomas de relacionamentos muito longos é simplesmente anular os beijos apaixonados. Isso permite estreitar a intimidade, manter a troca de carinho e fazer com que vocês se sintam especiais. Além disso, vamos combinar? – beijar é muito bom e isso jamais deveria ser abolido das nossas vidas.

6. Mais qualidade e menos quantidade

Não se trata de fazer sexo todo dia, mas sim ter qualidade. Isso está diretamente ligado ao prazer. Aqui, a entrega é a alma do negócio e, quando você está inteira e plena de corpo e alma, não tem como o sexo ser ruim!

7. Novas posições e possibilidades

Talvez uma das melhores dicas para experimentar a criatividade no sexo em toda a sua essência. Entre quatro paredes, tudo vale – desde que os dois estejam plenamente de acordo. Como sugestão, o diálogo é sempre fundamental. Fale sobre sexo, descubra o que você e a outra pessoa gosta, pensa  e, o que vocês sinceramente imaginam. O prazer não precisa ser tabu e sexo requer entrega e sinceridade.

8. Conheça seu corpo

Muito se fala sobre como agradar a outra pessoa e como satisfazer os desejos. Mas, isso só será possível quando você sabe o que quer e o que gosta. E, como você vai saber isso se não conhecer realmente seu corpo? Principalmente para as mulheres, a masturbação é um grande tabu, mas isso deve ser quebrado por nossa própria vontade. Por isso, não tenha receio de se tocar e se conhecer, pois somente assim você será capaz de conduzir a outra pessoa a um só destino: seu prazer e de quebra o prazer dela.

9. O bom humor é sempre bem-vindo

Um casal capaz de rir junto é sempre mais intimo e mais entregue. O relacionamento precisa permitir que vocês possam se divertir juntos e, isso está também diretamente ligado ao sexo, sabia? Provocar o outro, rir de si e dele de momentos engraçados é sempre uma receita perfeita. Aliás, o humor é também uma arma poderosa de sedução.

Como superar a traição? Esse é um artigo que você lê aqui no blog

Eu não sei se você já prestou atenção, mas casais que tem dificuldade em manter o bom humor, tendem a ser casais que não se relacionam bem e que em muitos casos o sexo também já não é lá….essas coisas. Tão importante como apimentar, é além de sair do feijão com arroz, é saber ter um relacionamento saudável, bem humorado, prazer a dois. Em Terapia de Casal são temas abordados de maneira bem incisiva.

terapia de casal debora martins

10. Deixe o romance no ar

A rotina é sempre a grande vilã para manter a criatividade no sexo, mas é nos pequenos gestos que podemos melhorar o relacionamento. O casal pode se unir para fazer com que o momento a dois seja especial – e, ambos poderão se sentir desejados e amados. Olhos nos olhos, uma dança sensual, um jantar a luz de velas; vale tudo!

É claro que, como sexóloga e terapeuta sexual eu sempre ensino e falo da importância da criatividade no sexo. Essa criatividade é o que deixa vivo o amor erótico.

Veja também:

Uma resposta

  1. Parabéns Dra Débora Martins! A cada postagem da Sra digo que aprendemos mais um pouco. Continue sempre assim nos passando boas dicas para que possamos aprender mais e mais. Que Deus continue te iluminando hoje, amanhã e sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir
precisa de ajuda?