RelacionamentosComo Salvar Seu Casamento? Aprenda as Melhores Técnicas Aqui!

12 de março de 2020by Debora Martins0

Como Salvar Seu Casamento? Encontre aqui o melhor caminho para resgatar o amor em sua relação

Se seu cônjuge deixou de ser seu melhor amigo e seu sonho é saber Como Salvar Seu Casamento, porém tudo parece estar estranho, você pode estar se perguntando se o seu casamento está prestes a acabar. Mas se divorciar é uma decisão muito séria, especialmente se houver uma chance de você reconstruir o que foi perdido.

Portanto abaixo eu sigo com as técnicas usadas em meu consultório para que você comece a colocar em prática em seu relacionamento, siga-os de maneira íntegra e você começará a perceber grandes mudanças em sua vida.

Dicas para saber Como Salvar Seu Casamento

Aceite o passado

Talvez um de vocês tenha tido um caso. Ou talvez você tenha descoberto algo sobre sua parceria que o abalou profundamente a relação de vocês e, você já nem sabe se o amor ainda existe. Seja o que for, se vocês dois decidiram avançar juntos, é importante abraçar o que aconteceu e se comprometer com um novo começo.

Em alguns casos, isso significa entristecer a perda do que você idealizou em seu relacionamento e perceber que isso se transformou em algo diferente. Tenho certeza de que você não quer apenas um conserto, quer transformação, para que isso aconteça, recrie algo novo, com mais transparência do que antes da crise.

Pare o jogo da culpa

Muitos casais jogam a culpa , levando a uma dança de perseguidor-distanciador que faz com que um parceiro persiga o outro. Depois de um tempo, eles não estão mais abordando a questão em questão e entram em um ciclo vicioso de ressentimento, além frustração e raiva.

A receita do fracasso em um casamento está na espera de que a outra pessoa vai mudar. Em vez de desistir do casamento, os casais precisam se inclinar um para o outro. É o parceiro insatisfeito que geralmente está motivado para mudar. Se você não tomar novas medidas em seu próprio nome, ninguém mais fará isso por você. 

Embora seja natural querer desistir quando seu parceiro fica distante, reagir expande a divisão entre vocês. Em vez disso, é recomendado que você assuma a responsabilidade pelo aquecimento das coisas e aumente o reforço positivo.

Você pode dizer coisas como: “Você é tão atencioso em limpar a cozinha”, que destaca as qualidades positivas do seu parceiro e as coisas que você admira neles.

Praticar o que  chamamos de sintonização emocional pode ajudá-lo a permanecer conectado, apesar de suas diferenças. Isso significa “virar-se para” um ao outro, ouvir e mostrar empatia em vez de “afastar-se”. Se fosse para eu colocar uma regra de interação, essa seria: uma proporção de 5: 1 de interações – ou seja, para cada interação negativa, você precisa de cinco positivas.

Foco e objetivo

Tenham em mente o que cada um espera do relacionamento e o que está dando errado. Alinhem as ideias para entrarem na mesma página. tenha um foco, saiba o que você quer e precisa do seu relacionamento, dê respostas à sua parceria de maneira clara e específica, não seja genérico(a).

Um exemplo comum é a frase: “Preciso que você mude para que sejamos felizes“. mas o fato é que essa frase é geral demais, é preciso ter mais especificidade como por exemplo: “Preciso que você saia para jantar mais comigo“, ou “Quero que fale de maneira mais delicada, não com grosseria“, ou ainda “Eu ficaria muito feliz se você puder me ajudar nas tarefas de casa“.

Frases diretas tendem a surtir mais efeito, mas o fato é que a maioria das pessoas tem medo de afunilar suas ideias, o problema é que isso não transforma o relacionamento, e é onde a crise não passa, pois não há comunicação íntegra.

Falar sobre Como Salvar Seu Casamento, implica em mudanças de comportamentos, é desafiador, porém muito possível.

Aprenda a usar as palavras de maneira assertiva

Uma maneira simples de permanecer construtivo em conversas em seu relacionamento é escolher entre o seguinte trio para iniciar as frases…

  • “Eu sinto…”
  • “Minha preocupação é…”
  • “Eu gostaria de…”

Entender as preocupações um do outro é essencial para vocês dois começarem a fazer o que chamo de valsa ganha-ganha. O objetivo da valsa ganha-ganha é alcançar soluções que agradem a ambos. Não há mais como conseguir o seu caminho. Em vez disso, tente que ambos se sintam à vontade com seu plano de ação.

Para fazer a valsa ganha-ganha, observe que há diferenças, o que provavelmente se tornará evidente porque você está começando a discutir ou a se sentir sem esperança. Expresse suas preocupações, pergunte e liste as preocupações do seu parceiro. Em seguida, crie um plano de ação que atenda às preocupações de vocês dois.

Saiba mais sobre o curso de Ginástica Íntima Feminina

Faça uma lista de suas diferenças e desacordos

As lutas nos relacionamentos nem sempre estão relacionadas a grandes eventos, como traição ou discussões acaloradas. Você não pode avançar se não souber o que está impedindo você, então dê uma olhada honesta em seus problemas de relacionamento.

Seja específico(a) em vez de listar coisas como “não nos damos bem”. Faça a si mesmo (e discuta com seu cônjuge) perguntas focadas, como: 

  • Você e seu cônjuge se separaram? Você tem objetivos, desejos ou visões incompatíveis do futuro?
  • Suas necessidades físicas e emocionais estão sendo atendidas? E as necessidades do seu parceiro?
  • Você percebe falta de comunicação? Você e seu cônjuge ouvem quando o outro diz alguma coisa? Sua comunicação está limitada a conversas curtas sobre necessidades?
  • Você está lidando com um evento estressante da vida, como problemas no trabalho, problemas financeiros, doenças ou a morte de um ente querido?
Procure possíveis soluções para suas dificuldades

Descubra se o que você e sua parceria podem fazer para resolver os problemas que você identificou. Quais são as mudanças específicas que vocês dois podem fazer para melhorar sua situação? Lembre-se de que os dois parceiros precisam se esforçar para resolver as dificuldades de um relacionamento. 

  • Desenhe uma linha no meio de uma folha de papel. Por um lado, liste as coisas em que você poderia trabalhar e, por outro, liste as coisas que seu cônjuge poderia fazer. Você e seu cônjuge podem fazer listas e compará-los.
  • Por exemplo, você pode escrever que precisa se concentrar menos no trabalho, parar de pedir ao seu parceiro e ser mais carinhoso. Talvez você queira que seu parceiro contribua mais para manter sua casa e criar seus filhos.
Culpa

Nenhum casamento entra em crise por causa de uma pessoa só, assim como não é possível salvar um relacionamento sozinha(o). Por isso, nada de colocar 100% da culpa na parceria. Avalie suas responsabilidades e assuma seus erros.

Saber quais foram os seus erros é fundamental para saber onde estão os erros e começar a mudá-los. É importante falar aqui que para saber Como Salvar Seu Casamento é preciso saber cono o ou te enxerga, ou seja, a visão que você tem sobre si pode não ser a mesma que o outro percebe, por isso preste atenção nesse detalhe.

Na hora de uma conversa sobre sua relação, não espere seu momento de falar, ouça atentamente e pense sobre o que ouviu para depois responder. É comum frente às críticas nós nos prepararmos para a defesa, isso nos relacionamentos atrapalha, pois assim ignoramos o ponto de vista do outro.

Tenham momentos a dois

Se esforcem para, pelo menos uma vez por mês, fazer um passeio ou atividade sozinhos. Arrumem-se e saiam para conhecer um lugar, um restaurante, uma casa de shows ou um motel. Todo casal precisa de tempo a sós, longe dos filhos, amigos, família, trabalho e estresse.

Esses momentos a sós e em lugares diferentes, resgatam a época do namoro e proporcionam gatilhos mentais que os fazem relembra os bons momentos que podem inclusive voltar ao relacionamento de vocês.

Além de ser gostoso sair a sós com a parceria, esses passeios diferentes aumentam e melhoram o desejo sexual, isso porque tudo o que é diferente e que sai da rotina excita mais o casal.

Conheça sua parceria

Em uma relação, é fundamental que as pessoas se compreendam. Conheça a história de vida do seu parceiro, bem como a educação que ele recebeu, suas dores, seus medos, alegrias, tristezas, traumas, sua infância e sua família. Conversem sobre tudo isso e permita que ele conheça sua vida também.

Quando conhecemos e acolhemos a história de alguém, passamos a entender muitas coisas sobre esta pessoa. Essa intimidade do conhecimento do outro nos faz entender o comportamento da parceria no relacionamento, pois somos a formação de todas as referências e experiências ao longo da vida. 

Cerque-se de pessoas em relacionamentos saudáveis. 

Saber Como Salvar Seu Casamento, inclui escolher amizades que os façam vencer juntos, a influência das pessoas é fundamental para ajudar nesse processo.

Se você estiver convivendo intimamente com pessoas que não apoiam a reconciliação ou ainda que sempre tem conselhos ruins como: “Ninguém muda“, “Pau torto, morre torto“, etc…

Portanto saiba, que o convívio com pessoas assim te farão desistir ainda mais rápido do seu relacionamento, além é claro de depois você sentir um abandono por estar só.

Comece do zero

Como disse anteriormente, saia mais com sua parceria. Lembre-se de por que saiu com ele(a) pela primeira vez e construa a partir daí. Quando foi a última vez que conversamos por horas, demos as mãos em um filme ou beijamos atrás de uma fábrica no shopping? 

Aprenda a redescobrir o que seu relacionamento tem de bom, o que o fez se apaixonar, quais qualidades te chamaram a atenção.

Reconheça o que você não pode consertar

Cada casal tem seu próprio conjunto de conflitos que nunca serão resolvidos. “Esses conflitos surgem repetidamente em um relacionamento”. Aqui me refiro principalmente às limitações de cada pessoa, é claro que para que sejamos felizes, precisamos que outro tenha certas características, porém é importante observar que cada um tem sua subjetividade e a essência pessoal deve ser preservada.

Em vez de tentar vencer o argumento cada vez que surgem essas questões insolúveis, os casais devem chegar a um entendimento sobre o significado mais profundo da posição um do outro. Esse entendimento cria intimidade e conexão.

Aumente radicalmente as energias positivas que você dá ao seu parceiro.

Sorria mais; abraça mais; faça mais sexo; seja mais agradecido; gaste mais tempo pensando nas coisas que você gosta um no outro; ajudar um ao outro mais; louvem-se mais; rir mais; concorde mais; faça coisas mais divertidas juntos.

Por que as melhores coisas da vida são realmente gratuitas. Quanto mais pontos positivos você der, mais receberá.

Visualize o futuro

Alguns dos principais  ingredientes de um casamento amoroso e saudável são valores compartilhados, sonhos e objetivos de vida. Sente-se e converse sobre sua visão de futuro juntos e como eles se apoiarão.

Se isso parece impossível de ver agora e você não pode ou não quer ter essa conversa, considere uma Terapia de Casal. Um profissional pode ajudá-lo a começar a construir essa confiança e boa vontade novamente, para que essas conversas possam acontecer de forma mais orgânica em casa.

As técnicas de Como Salvar Seu Casamento são possíveis de ser colocadas em prática. Não desista! Se você tem alguma dúvida ou comentário sobre o assunto, deixe aqui abaixo.

Avatar

Debora Martins

Sou Débora Martins - Terapeuta Sexual com Formação em Sexologia Clínica e Practitioner em PNL., meu trabalho é desenvolvido com foco em tratamentos breves que visam transformação de relacionamentos assim como tratamentos de disfunções sexuais, usando diversas técnicas para melhorar a qualidade de vida sexual de homens e mulheres.

Deixei seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Débora Martins

Débora Martins atua como Terapeuta Sexual no tratamento das disfunções sexuais masculinas e femininas. Profissional com formação em Sexologia Clínica, Psicanálise, Master Hipnose Clínica, PNL (Programação Neuro Linguística). Tem à disposição dos pacientes atendimentos online e/ou presencial*.

Cadastre-se!

Contatos
+55 18 98818-0025
+55 43 99181-3711
Endereços
Av. W. Luiz, 1800. Jd. Paulista. P. Prudente - SP
Debora Martins

Débora Martins atua como Terapeuta Sexual no tratamento das disfunções sexuais masculinas e femininas. Profissional com formação em Sexologia Clínica, Psicanálise, Master Hipnose Clínica, PNL (Programação Neuro Linguística). Tem à disposição dos pacientes atendimentos online e/ou presencial*.

Cadastre-se!

Redes Sociais

Siga-me nas redes sociais e fique por dentro da agenda de cursos e palestras, assim como conteúdos exclusivos para a sua vida sexual.

Todos os direitos reservados a  Debora Martins.

Todos os direitos reservados a Debora Martins.